Epidemia de Aids não vai ter fim até que ações direcionadas sejam feitas, alerta OMS

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) fez um alerta sobre a Aids, nesta segunda-feira (23). Através do Twitter, Tedros Adhanom Ghebreyesus declarou que a epidemia de HIV no mundo não chegará ao fim enquanto não forem feitas polícias direcionadas para as chamadas populações-chave.

Esse grupo, segundo informações da Agência Brasil, é composto por LGBTs, trabalhadores do sexo e usuários de drogas. Dados da OMS apontam que essas populações e também pessoas encarceradas representam 40% das novas infecções por HIV registradas em 2016.

“A melhor forma de abordar todo o espectro de suas necessidades de saúde é por meio de sistemas de saúde fortes baseados numa atenção primária centrada nas pessoas e que seja direcionada para alcançar saúde para todos”, publicou Tedros na rede social. Hoje, ele participa da cerimônia de abertura da 22ª Conferência Internacional sobre Aids. O evento se estende até a próxima sexta (27), em Amsterdã, na Holanda.

Nesta edição, a conferência tem o tema “Quebrando Barreiras, Construindo Pontes”. De acordo com a publicação, o objetivo é chamar a atenção para todo o estigma, preconceito e outros problemas enfrentados pelas pessoas que vivem com o vírus.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

© 2018 Rádio Cidade – AM 870