Gonzaga garante que PSB e PT já teriam selado aliança para 2018 e não descarta Armando e Lossio no palanque de Paulo

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) reuniu-se no início da tarde de ontem (23) com a imprensa local, para sua tradicional confraternização de fim de ano, num restaurante do Bairro Maria Auxiliadora, zona leste de Petrolina. Mais comedido e cauteloso, o socialista fugiu do seu estilo contundente ao comentar o cenário político-eleitoral para 2018. Mesmo assim, não deixou de analisar as possibilidades que poderão – ou deverão – se consolidar no ano que vem.

Uma delas é a reedição da aliança entre socialistas e petistas em Pernambuco. Segundo Gonzaga, as duas legendas já teriam batido o martelo “faz tempo”. O deputado disse ainda acreditar que o maior nome do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, será sim candidato a presidente em 2018, o que facilitaria esse entendimento em nível estadual.

Gonzaga afirmou também ter visto com naturalidade o recente manifesto ‘Pernambuco Quer Mudar’, realizado no último dia 11 no Recife pelo grupo das oposições ao Governo Paulo Câmara. Lembrando ter militado boa parte de sua vida pública como oposição, o parlamentar elogiou os principais nomes que encabeçam o manifesto – os senadores Armando Monteiro Neto (PTB) e Fernando Bezerra Coelho (PMDB), o ministro Mendonça Filho (DEM) e o deputado federal e ex-ministro Bruno Araújo (PSDB). Gonzaga comparou a união dessas forças a “gás e água”, justificando que dificilmente se juntarão num primeiro turno.

“Gás e água não se juntam, se separam. Vi o manifesto como uma confraternização que a gente faz com amigos, independente dos amigos nos apoiarem ou não. Então, eu acho que aquela união das oposições não traz nenhum mal à situação, que é Paulo Câmara, pelo menos no primeiro turno, porque cada um quer seu pedaço”, avaliou.

Coalizão

O deputado acredita que, com a proximidade do ano eleitoral, “as coisas tendem a mudar” a partir do momento que Paulo Câmara confirmar que será candidato à reeleição. Nesse contexto ele não descarta a presença, na base governista, de nomes como Armando Monteiro, a vereadora do Recife Marília Arraes (PT) ou até do ex-prefeito de Petrolina Julio Lossio (PMDB).(Foto: Divulgação Ascom)

Postado no Blog Carlos Britto

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

© 2018 Rádio Cidade – AM 870